Você não possui o plugin (Flash) para visualizar este conteúdo.

Guia Taubaté
Tempo26º 19º
UV 6 - CPTEC-INPE

Você não possui o plugin (Flash) para visualizar este conteúdo.

Liderança e Comportamento

Fale do que interessa a outra pessoa e ouça atentamente

Enviar para um amigo

Todos os campos são obrigatórios.
sexta-feira, 30 de outubro de 2015 por Valdemir Vital

Todos nós já experimentamos algo assim:

Estamos numa festa ou evento, e de repente, do nada, começa um bate-papo. Claro que nós gostamos, afinal, o silêncio foi quebrado, conhecemos uma nova pessoa, novas experiências, quem sabe oportunidades.

Os primeiros momentos da conversa impressionam. Esta pessoa que acabamos de conhecer já nos revelou alguns pontos importantes sobre ela, como por exemplo:

Estudou em boas instituições e sempre conquistou boas notas;

Tem um curriculum invejável;

Está num momento ascendente na carreira (aliás, por acaso, compartilhou um grande negócio feito recentemente);

Já viajou para muitos lugares interessantes.

Bem, agora a conversa já se estendeu por mais de 30 minutos e, sinceramente, o entusiasmo já caiu um pouco.

Começa a acontecer uma queda de interesse, mas o comunicador está tão impressionado com sua própria voz e suas conquistas, que ele não percebe.

A certo momento, o telefone toca, ou alguém nos chama, ou sentimos vontade de pegar uma bebida ou algo assim e... ufa, conseguimos interromper a conversa. A sensação final é de alívio. E aquela pessoa que tem tantos feitos interessantes não deixou conosco uma vontade sincera de voltar a conversar com ela.

Encontramos indivíduos assim por toda a parte. Não podemos qualificá-los como educados, por maior que seja o seu grau de instrução.

Confronte agora esta situação com outra bem diferente

Você conhece alguém e rapidamente a pessoa que você conhece descobre algo da sua área de interesse. E ela se mostra genuinamente interessada em saber mais sobre este assunto. Em poucos minutos, você se vê falando para um ouvinte interessado sobre algo que você pode se considerar especialista. De tempos em tempos, este ouvinte faz mais alguma pergunta, ou acrescenta um ponto de vista... assim o tempo passa e, sem perceber, você permaneceu num agradável bate-papo por mais de uma hora e, se dispusesse de mais tempo, continuaria a conversa.

O mais interessante é que eventualmente nos pegamos dizendo sobre este perfil de pessoa: “ele tem uma conversa muito legal!”. Mas a verdade é que esta pessoa quase nada falou, apenas encontrou um assunto do nosso interesse e foi um bom ouvinte.

Se você quer ser uma pessoa de personalidade agradável, converse com as pessoas sobre coisas que interessam a elas e ouça atentamente.

Valdemir Vital

Diretor Regional Escola de Executivos e Negócios Master Mind

Administrador de Empresas

Personal e Professional Coach - Sociedade Brasileira de Coaching

Master Practitioner

e-mail: valdemir@mastermindbr.com

Comentários


Você não possui o plugin (Flash) para visualizar este conteúdo.

publicidade

Veja também