Síndrome de Burnout, você conhece?

por Everton Siqueira - Psicanálise

Entre em contato com Everton Siqueira - Psicanálise

Entre em Contato

Síndrome de Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional é um distúrbio emocional onde a principal causa da doença é justamente o excesso de trabalho. 

Esta síndrome é comum em profissionais que atuam diariamente sob pressão e com responsabilidades constantes, como por exemplo médicos, enfermeiros, professores, policiais, jornalistas, dentre outros. 

A Síndrome de Burnout também pode acontecer quando o profissional planeja ou é pautado para objetivos de trabalho muito difíceis, situações em que a pessoa possa achar, por algum motivo, não ter capacidades suficientes para os cumprir. 

Os principais sinais e sintomas que podem indicar a Síndrome de Burnout são: 

-Cansaço excessivo, físico e mental. 
-Dor de cabeça frequente. 
-Alterações no apetite. 
-Insônia. 
-Dificuldades de concentração. 
-Sentimentos de fracasso e insegurança. 
-Negatividade constante. 
-Sentimentos de derrota e desesperança. 
-Sentimentos de incompetência. 
-Alterações repentinas de humor. 
-Isolamento. 
-Fadiga. 
-Pressão alta. 
-Dores musculares. 
-Problemas gastrointestinais. 
-Alteração nos batimentos cardíacos. 
-Tratamento 

O tratamento desta síndrome se dá refazendo-se as redes neurais da pessoa de modo que ela sinta que existe menos pressão no trabalho, seu estrese diminua, suas capacidades sejam suficientes para as tarefas que desempenham e principalmente desenvolver mecanismos de controle dos sintomas como por exemplo, tranquilidade, motivação, sono e relaxamento. Os mecanismos de controle são novas capacidades de controle e inteligência emocional que fazem com que a pessoa controle os principais sintomas da síndrome, mantendo-se mais estável e garantindo maior qualidade de vida.

Entre em contato com Everton Siqueira - Psicanálise

Entre em Contato

Comentários

Utilize o Facebook para comentar o Artigo