GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)

Três reféns são liberados, mas rebelião continua no CDP de Taubaté


Nove pessoas de grupos religiosos e dois agentes penitenciários seguem sob a posse dos detentos; negociações continuam

Três reféns são liberados, mas rebelião continua no CDP de Taubaté Fumaça preta chamou atenção no início da rebelião, na tarde de quarta-feira (8) (Foto: Rafael Silva/ Arquivo pessoal)
Publicado em 09/08/2018 09h49 - Atualizado há 2 meses
por Mário Pereira

O motim no Centro de Detenção Provisória (CDP) Félix Nobre de Campos, em Taubaté, já dura mais de 18 horas. A rebelião teve início na tarde de quarta-feira (8), quando detentos fizeram 14 reféns e queimaram roupas e colchões. Desde então, a direção está negociando o fim da rebelião, com a presença de policiais do Grupo de Intervenção Rápida, escoltando o local.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), quatro reféns foram libertados até o momento, sendo três homens e uma mulher. Eles e outros oito reféns, que seguem em posse dos presos, são voluntários de movimentos religiosos que fazem atendimento em presídios da região. Além deles, dois agentes penitenciários também estão sob o controle dos detentos.

O local está sendo monitorado pela Polícia Militar, presente nos arredores do CDP com viaturas, além do helicóptero Águia, que sobrevoa o presídio.

A unidade tem capacidade máxima para 844 detentos, mas abriga atualmente 1.521 internos.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Prédio Novo Pinturas e Restauração
Pintura, Textura e Grafiato

Prédio Novo Pinturas e Restauração

Especializada em pinturas e restaurações prediais e residenciais.

(12) 99743-...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias