GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Vasco-RJ relata ofensas homofóbicas em duelo contra Taubaté pela Copinha


Diretoria do Burro lamentou a atitude de parte dos torcedores em nota oficial divulgada após a partida

Vasco-RJ relata ofensas homofóbicas em duelo contra Taubaté pela Copinha Joaquinzão foi palco dos confrontos do Grupo 27 da Copinha (Foto: Bruno Castilho/ EC Taubaté)
Publicado em 10/01/2019 11h15
por redação/ Guia Taubaté

A derrota do EC Taubaté para o Vasco-RJ na última quarta-feira (9) pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, foi marcada não só pela eliminação do Burrinho, mas por queixa do clube carioca de gritos homofóbicos direcionados ao goleiro do cruzmaltino, vindos da arquibancada do Joaquinzão.

Ainda durante o confronto, quando o placar estava 1 a 0 para o time do Rio de Janeiro, o Vasco-RJ publicou em seu twitter oficial uma mensagem sobre o incidente: “Infelizmente lamentamos a postura da torcida dos donos da casa, que proferem gritos homofóbicos a cada tiro de meta cobrado por nosso goleiro”.

Após a partida, o Taubaté divulgou uma nota oficial, em que lamenta a atitude de parte dos torcedores no Joaquinzão. “Assim como o rival desta partida, o Taubaté tem uma história marcada por lutar contra preconceitos e a favor das minorias ao longo de seus mais de 100 anos. Por isso, atitudes como a desta quarta-feira são consideradas lamentáveis”, diz parte da nota divulgada.

Os dois clubes lembraram que a atitude é proibida pela Fifa e passível de punição ao clube mandante.

O Vasco venceu o jogo por 1 a 0 e se classificou em primeiro no Grupo 27. Já o Burrinho ficou pelo caminho, após o Tubarão-SC golear o Carajás-PA por 5 a 0, e ‘roubar’ a segunda vaga da chave.

A equipe carioca volta a atuar no Joaquinzão na segunda fase da Copinha. O jogo será contra o Juventude, ainda sem data e horário confirmados pela Federação Paulista de Futebol.

Confira abaixo a nota completa divulgada pelo EC Taubaté:

O Esporte Clube Taubaté lamenta a atitude de parte de nossos torcedores na partida desta quarta-feira, diante do Clube de Regatas Vasco da Gama, que entoaram gritos homofóbicos direcionados ao goleiro adversário.

Assim como o rival desta partida, o Taubaté tem uma história marcada por lutar contra preconceitos e a favor das minorias ao longo de seus mais de 100 anos. Por isso, atitudes como a desta quarta-feira são consideradas lamentáveis.

Vale lembrar que a atitude é proibida pela Fifa, e passível de punição ao clube. Ao mesmo tempo, a diretoria sabe que a atitude não é referente à totalidade de sua torcida, e sim de alguns poucos torcedores que não representam o Esporte Clube Taubaté.

O Clube lamenta profundamente que em pleno século XXI isso ainda aconteça. A diretoria pede que, nos próximos jogos, o torcedor corrija e denuncie quem cometer essa atitude no Joaquinzão. Nossa casa não pode ser palco de nenhum tipo de preconceito.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Ademir Seguros
Corretoras de Seguro

Ademir Seguros

O cliente em primeiro lugar.

(12) 3621-2...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias