Anuncie sua empresa no Guia de Empresas

Anuncie
GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Alunos de medicina alegam precarização da Unitau durante protesto


Departamento Acadêmico do curso questiona possível abertura de campus em Guaratinguetá

Alunos de medicina alegam precarização da Unitau durante protesto Protesto aconteceu na Praça Dom Epaminondas nesta terça-feira (2) (Foto: Mário Pereira / Guia Taubaté)
Publicado em 02/04/2019 12h23
por Giovana Bertti (sob supervisão de Mário Pereira)

Os alunos do curso de medicina da Unitau (Universidade de Taubaté) se reuniram na Praça Dom Epaminondas, em Taubaté, para reivindicarem melhorias na estrutura do Campus Bom Conselho. Cerca de 500 pessoas participaram do protesto nesta terça-feira (2).

De acordo com o DA (Departamento Acadêmico), os estudantes também são contra a abertura de um novo campus da universidade em Guaratinguetá. Os alunos acreditam que a cidade não tem estrutura para receber alunos de medicina e que investimentos de melhorias deveriam ser feitas no departamento de Taubaté.

Segundo o aluno do 3° semestre, Gabriel Bueno, o MEC (Ministério da Educação) exige que o curso de medicina tenha cinco leitos para cada aluno e que, por ano, entram 120 alunos na faculdade, o que torna necessário 600 leitos disponíveis na cidade. 

“Atualmente tem 412 leitos entre o Hospital Universitário e o Regional. Já está faltando 180 leitos em Taubaté, ainda querem fazer um novo curso em Guaratinguetá e colocar os alunos para estagiarem aqui, onde o HU já está com superlotação de estudante?”, questiona Gabriel Bueno.

Segundo o DA do curso de medicina, os estudantes votaram em assembleia na última segunda-feira (1) pela paralisação das aulas e pretendem continuar a grave até receberem garantias da Unitau de melhorias no curso.

Outro lado
Em nota divulgada, a Unitau esclarece que investiu aproximadamente R$ 1 milhão em melhorias no curso de medicina e no Campus do Bom Conselho. A universidade também informou que realiza pesquisa estudos para a implantação de Campus fora de sede e que as cidades deverão dispor da infraestrutura necessária para atender às demandas dos cursos.

A instituição também explicou que as aulas do Curso de Medicina ocorrerão normalmente nos próximos dias. Os alunos que não comparecerem às aulas receberão falta e os que faltarem ao internato responderão ao que está previsto no regulamento.

Prefeitura de Guaratinguetá
A gestão municipal de Guaratinguetá confirmou que existe uma tratativa para a chegada de um campus da Unitau na cidade, e que está analisando um local para a possível instalação.

Sobre o argumento da falta de infraestrutura, a prefeitura rebateu o questionamento dos estudantes da universidade, informando que há estrutura necessária, como a Santa Casa, Hospital Frei Galvão, Pronto Socorro Municipal e 17 unidades de saúde e Assistência Médica Especializada.

Por fim, o município salientou que as obras do novo Pronto Socorro terão início ainda no primeiro semestre, com o prédio funcionando ao lado da Santa Casa.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Angelo Informática
Vendas e Assistência Técnica

Angelo Informática

Empresa com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação

(12) 3424-1...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias