GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Taubaté 373 anos: Pontos turísticos contam a história do município


Em meio a estruturas fechadas ou em obras, locais históricos preservam os mais de três séculos da cidade

Taubaté 373 anos: Pontos turísticos contam a história do município Prédio da CTI, é um dos pontos turísticos mais icônicos da cidade (Foto: Geysel Rodrigues / CMT)
Publicado em 05/12/2018 10h23
por Barbara Monteiro (sob supervisão de Mário Pereira)

Em 5 de dezembro de 1645 nascia Taubaté, fundada por Jacques Félix. Até hoje, monumentos da época ainda remetem lembranças dessa e de outras histórias do município.

Localizada às margens do Rio Paraíba, Taubaté conta com mais de 310 mil habitantes, sendo a 23ª cidade mais populosa do estado de São Paulo. Composto por mais de 150 bairros e um distrito, o município é dividido em três regiões, conhecidas como ‘centro’, ‘parte baixa’, e ‘parte alta’.

Em cada região, o visitante que está conhecendo Taubaté pode encontrar monumentos e pontos turísticos que narram a história e a cultura da terra de Monteiro Lobato.

Infelizmente, nem todos os locais estão abertos para visitação atualmente. Pontos turísticos como a Igreja do Rosário, Capela do Pilar, Cristo Redentor, Estação Ferroviária e Vila Santo Aleixo encontram-se fechadas ou em processo de revitalização. A Prefeitura não deu detalhes sobre a conclusão das obras ou a previsão de reabertura para visitantes.

Conheça mais sobre alguns dos principais pontos turísticos ativos na cidade:

Convento Santa Clara: Fundado em 1673, por Frades Franciscanos. Em 1843, um incêndio deixou a estrutura muito danificada, deixando apenas o sino intacto. Após um tempo abandonado, o local foi reformado em 1891 e ocupado por Frades Capuchinos, que administram o local até hoje. O local foi tombado como patrimônio estadual pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico) em 1986.

Museu Monteiro Lobato: O ponto funciona desde 1958, na casa onde o escritor Monteiro Lobato nasceu e viveu até os 12 anos de idade. No local, o público pode realizar empréstimos e consultar os livros do museu, além de participarem de oficinas de arte, atividades na brinquedoteca e assistir a peças teatrais.

Catedral São Francisco das Chagas: Construída em 1645, por ordem do capitão Jacques Félix, fundador da cidade. Após a construção da antiga igreja matriz de Taubaté, o povoado foi elevado à categoria de Vila em 1645. Depois disso, a igreja foi modificada e, da forma original, restou apenas a talha do altar-mor.

Santuário Santa Terezinha: É o primeiro erguido no mundo em homenagem à Santa Terezinha. As obras tiveram início em 7 de junho de 1923, projetada e inspirada na igreja de Saint Pierre de Lisieux. A inauguração ocorreu em 24 de setembro de 1929, e desde então, o monumento é frequentado diariamente pelos fiéis.

Mercado Municipal: Como Taubaté sempre foi uma região que liga algumas das principais regiões do estado, o Mercado Municipal é uma peça importante na história da cidade. Sendo uma região de parada das tropas, que chegavam com produtos de São Luiz do Paraitinga e do porto de Ubatuba, foi inaugurado no dia 10 de novembro de 1889, o Mercado Municipal de Taubaté. Até hoje, munícipes fazem sua visita ao famoso ‘mercadão’ todos os domingos. Posteriormente, o local também abriu espaço para a famosa feira da Barganha, ou ‘breganha’, como é popularmente conhecida, onde produtos de todos os tipos são encontrados por preço de pechincha.

Prédio da CTI: A Companhia Taubaté Industrial (CTI) foi uma indústria têxtil de camisas e meias, fundada em 1894 por Félix Guisard. A torre, com 10 andares e um relógio no topo tornou-se símbolo do município. Em 1983, as atividades na CTI pararam definitivamente, e, atualmente, o prédio onde funcionava a companhia abriga o Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Unitau (Universidade de Taubaté). A torre do relógio foi tombada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), e em parte do edifício funciona o departamento de Ação Social da Prefeitura.

Horto Municipal Renato Correia Penna: O parque foi construído em 1985, com a finalidade de ser um local que proporcione aos munícipes o contato com a natureza. No local, os visitantes podem encontrar ervas medicinais e árvores históricas, além de um mini zoológico com aves, macacos, coelhos, entre outras espécies. 

Parque Municipal do Vale do Itaim: O mais extenso e com maior variedade cultural da cidade. O local possui um mirante, além de uma réplica da casa de Monteiro Lobato, uma brinquedoteca, área para teatro infantil com os personagens do Sítio do Picapau Amarelo. O parque conta com oficinas ecológicas e salas para atividades esportivas. Os visitantes encontram ainda um trem turístico, que realiza passeios com o público. Atualmente, a Maria Fumaça, como é conhecida, está desativada pois a prefeitura está fazendo a recuperação da malha viária.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Vidrovalle Box e Persianas
Vidraçarias, Box e Acabamentos

Vidrovalle Box e Persianas

Confecção de persianas vertical e horizontal, espelhos, box e projetos de vidros temperados e divisórias...

(12) 3635-4...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias