GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)

Secretarias apresentam contas de 2017 na Câmara de Taubaté


Prefeitura arrecadou 82% do previsto para o último ano; audiência contou com a participação de representantes de cada pasta

Secretarias apresentam contas de 2017 na Câmara de Taubaté Vereador Douglas Carbonne (ao centro) preside a audiência ao lado dos secretários municipais (Foto: Divulgação/CMT)
Publicado em 01/03/2018 18h40
por redação/Guia Taubaté

As Secretarias de Taubaté apresentaram na última quarta-feira (28), na Câmara, os números referentes às metas fiscais do terceiro quadrimestre de 2017. No total, a Prefeitura arrecadou 82% do R$ 1,095 bilhão previsto para o ano.

A reunião foi presidida pelo vereador Douglas Carbonne (PCdoB) e contou com a participação de Boanerge (PTB), Guará Filho (PR), João Vidal (PSB), Loreny (PPS), Rodrigo Luis Digão (PSDB) e Vivi da Rádio (PSC).

As despesas da Prefeitura ficaram em 81% do previsto, o que demonstra o “equilíbrio entre receita e despesa”, como apontou o contador da Prefeitura, Marco Antonio de Campos, ao explanar os dados.

“Tivemos que fazer um contingenciamento”, explicou a secretária de Administração, Odila Sanches. “Se somarmos o andamento da máquina mais os gastos com pessoal, temos R$ 860 milhões. Tem uma margem muito curta para situações novas. É um desafio, temos que cortar despesas para migrar para investimentos. O que passa a ser o dever do gestor? Buscar recursos!”, completou.

Dos R$ 358 milhões previstos para a Secretaria de Educação, foram processador R$ 330 milhões, sendo R$ 201 milhões com folha de pagamento e R$ 52 milhões em programas que envolvem ensinos infantil, fundamental e médio, além de investimentos com a Secretaria e em qualificação de professores.

A Secretaria de Esportes e Lazer realizou R$ 22 milhões dos R$ 24 milhões previstos para o ano, sendo R$ 14 milhões direcionados aos núcleos de esportes e R$ 8 milhões para atividades esportivas de alto rendimento.

Para a Secretaria de Obras, eram previstos R$ 162 milhões, e foram processados R$ 63 milhões, R$ 22 milhões com o programa Cidade Limpa. Para a Mobilidade Urbana, a previsão era de direcionamento de R$ 25 milhões, e foram cumpridos R$ 17 milhões, R$ 15 milhões destinados à gestão do sistema de trânsito.

A Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social realizou R$ 28 milhões dos R$ 39 milhões previstos para o ano, e a de Serviços Públicos, R$ 76 milhões dos R$ 95 milhões estimados.

Tarde
No período da tarde, outras Secretarias apresentaram suas ações no encerramento de 2017. A Secretaria de Saúde informou que, dos R$ 246,8 milhões estimados para o ano, foram processados R$ 213,7 milhões.

A Secretaria de Cultura processou R$ 9,9 milhões de empenho orçamentário, perante a meta de R$ 12 milhões. Planejamento ficou bem abaixo do fixado e atingiu R$ 5,4 milhões dos R$ 9,9 milhões estimados para o ano.  

A Secretaria de Meio Ambiente processou R$ 1,4 milhão do orçamento de R$ 2,2 milhões. Um pouco mais próximo da estimativa, a Secretaria de Inovação fechou o ano com R$ 3,9 milhões dos R$ 4,3 milhões fixados.           

Quanto à Secretaria de Segurança, o orçamento processado foi de R$ 24,5 milhões, dos R$ 26,9 estimados para o ano.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Unicon Contabilidade
Contabilidade

Unicon Contabilidade

Mais que cliente, um parceiro de negócios.

(12) 3621-9...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias