ESPECIAL CORONA VÍRUS

Acesse
GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Paratleta medalhista pan-americano inicia transição para tiro esportivo


Com auxílio do filho, André Rocha conciliará nova modalidade com as provas já disputadas atletismo

Paratleta medalhista pan-americano inicia transição para tiro esportivo André posa para a foto ao lado do filho, que será seu "loader" no tiro esportivo (Foto: Divulgação)
Publicado em 08/12/2019 10h10
por redação/ Guia Taubaté

Um dos grandes nomes do paratletismo brasileiro e o principal representante de Taubaté na modalidade está em um período de transição na carreira. Dono de duas medalhas em Jogos Parapan-Americanos (2015 e 2019) no arremesso de peso, André Rocha está migrando para uma nova modalidade: o Tiro Esportivo.

Policial militar reformado, o paratleta que conseguiu inúmeros títulos em arremessos e lançamentos, volta a empunhar uma arma, mas para um desafio esportivo. No último fim de semana aconteceu no Rio de Janeiro, em Deodoro, o Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo Paralímpico 2019. André marcou presença e teve seu primeiro contato com uma grande competição da modalidade.

“A vontade de participar do tiro esportivo surgiu antes mesmo de eu iniciar no atletismo, em 2011. Pesou, no entanto, o fato do investimento inicial nessa modalidade ser alto e na ocasião eu não tinha condições. Por isso parti para o atletismo”, conta André.

O taubateano, que integra o time do programa Esporte Para Todos, falou sobre como pretende conciliar as duas modalidades no próximo ano: “Minha ideia era migrar para o tiro após encerrar a carreira no atletismo, mas optei por antecipar essa investida, e vou conciliar as duas modalidades daqui em diante. Em 2020, continuo competindo normalmente no paratletismo, mas também disputando o Tiro Esportivo”, explica.

Parceria com o filho
No último fim de semana, durante o Campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro, André Rocha passou pela classificação funcional e está na classe SH2 – para atletas que não conseguem sustentar a arma e precisam de um auxiliar para municiá-la, chamado de “loader”.

O “loader” escolhido por André é um rosto familiar para ele. Trata-se de Luis Rocha, de 20 anos, que é o filho mais velho do medalhista pan-americano. Soldado do Exército Brasileiro, ele terá como missão ser o braço-direito do pai, municiando a carabina de ar-comprimido que André utilizará nas provas.

“Essa parceria com o meu filho é sensacional e oportunidade única para nós dois de estarmos juntos no esporte. Agradecemos ao Exército Brasileiro, por meio do Cavex de Taubaté, que deu a ele a liberação para viajar sempre que houver uma competição. O fato de nos conhecermos muito bem ajuda na questão da confiança na hora da competição. Óbvio que teremos momentos tensos, porque o esporte é feito disso, mas é quando essa cumplicidade será um diferencial. Nós estamos muito felizes por ser uma nova etapa de nossas vidas”, diz o paratleta.

Em 2020, André Rocha disputará duas provas no tiro esportivo: A R4, em que o atirador apoia o cotovelo em uma base de madeira, equivalendo a um tiro deitado no convencional. E a R5, onde o atirador não pode encostar o cotovelo nessa base, equivalendo a um tiro em pé.

A presença do atleta no Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo no Rio de Janeiro foi de grande importância, e destacada por ele como um primeiro grande passo para sua caminhada na nova modalidade.

“Além de passar pela classificação funcional, pude entender a dinâmica da prova, me familiarizar melhor com o equipamento e sentir esse novo ambiente de competição. Participei das duas provas e foi muito importante esse contato inicial. Tenho muito a aprender e crescer, são muitos detalhes técnicos nessa modalidade. Mas estamos no caminho certo. Meu equipamento é bom, estou tendo apoio e orientação de pessoas experientes, que vivenciam o tiro esportivo diariamente, como o paratleta do tiro Alexandre Galgani, que está classificado para os Jogos de Tóquio 2020, e o coordenador e o treinador da seleção brasileira de Tiro Esportivo.”, conta.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Posto de Molas Caminhoneiro
Posto de Molas

Posto de Molas Caminhoneiro

Posto de Molas para caminhão, solda em geral e Serviço de Socorro.

(12) 99203-...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias