GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)

Secretário afirma que internet é entrave na gestão da rede de saúde


João Ebram disse na Câmara que a pasta está fazendo um processo licitatório para agilizar o sistema

Secretário afirma que internet é entrave na gestão da rede de saúde Audiência foi realizada na última quarta-feira (21) (Foto: Divulgação/CMT)
Publicado em 24/02/2018 10h10
por redação/Guia Taubaté

Uma audiência realizada nesta semana, na Câmara de Taubaté, discutiu a gestão da rede de saúde de Taubaté. Presente no Plenário, o secretário de Saúde, João Ebram Neto, disse que a falta de uma rede eficiente de internet é o principal entrave para o pleno funcionamento do sistema informatizado do setor.

“Temos um grande problema com a internet e estamos fazendo um processo licitatório para que o sistema seja mais rápido. Mas o que temos que fazer é de grande dificuldade: achar orçamento na Secretaria”, explicou João Ebram.

A eficiência do sistema foi posta em dúvida por vereadores e participantes da audiência, realizada no dia 21 pela Câmara de Taubaté. Na direção dos trabalhos a presidente da Comissão de Saúde, Gorete (DEM), secretariada por Rodson Lima Bobi (PV), e com participação de Loreny (PPS) e Rodrigo Luis Digão (PSDB).

Com relação à internet e informatização dos dados, o secretário aposta que até 2020 o sistema poderá estar em pleno funcionamento. Mas esse não é o único entrave da pasta: ainda de acordo com João Ebram, faltam profissionais da oftalmologia e outras áreas para preencherem os quadros.

Ainda assim, a Secretaria apresentou números que considerou favoráveis no fechamento de 2017. Os dados foram apresentados pelo diretor de Saúde, Glauco Marini, que mencionou a quantidade de atendimentos nos Pamos (Postos de Atendimento Médico e Odontológico) durante o quadrimestre, 334.971; no Centro Municipal da Terceira Idade, 6.480; Saúde Bucal, 83.810; Qualist (Qualidade e Atenção à Saúde Taubateana), 31.841; exames laboratoriais, 310.430; Casa da Mãe Taubateana, 4.180; e distribuição de insumos pela Assistência Farmacêutica, 6.576.142 itens.

Os atendimentos na Policlínica totalizaram 66.418; na Policlínica Infantil totalizaram 8.779; no AMI (Ambulatório Municipal de Infectologia) foram 258.603; no Caps II (Centro de Atenção Psicossocial), 11.026; no Caps Álcool e Drogas, 7.029; e no Caps Infantojuvenil, 4.280.

Participou da audiência a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maria Elisabete Prado.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Florency Plantas e Flores
Paisagismo e Jardinagem

Florency Plantas e Flores

Plantas, flores, gramas, vasos e etc.

(12) 3621-4...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias