GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)

Vacinação contra influenza tem início em Taubaté


Expectativa é de que cerca de 60 mil pessoas sejam imunizadas, o que corresponde a 90% do público alvo

Publicado em 23/04/2018 14h33
por Mário Pereira

Seu Raphael tem 83 anos e nunca deixou de tomar a vacina contra a gripe. Advogado, ele faz questão de receber a imunização na sede da OAB de Taubaté. “Todo ano temos que tomar, porque assim, segundo os médicos, mesmo se pegarmos a gripe, será fraca”, declarou.

Raphael integra um dos grupos prioritários da primeira fase da campanha de vacinação contra a influenza, que teve início nesta segunda-feira.

Até 1º de maio, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da área de saúde e indígenas serão priorizadas para receber o medicamento.

Apesar das propagandas e dos casos confirmados da doença, a vacina contra a gripe segue dividindo opiniões.

Luiz Carlos contou que, por conta de sua idade, sempre tomou. Já dona Benedita optou por não ser imunizada contra a doença.                                   

Somente em 2018, Taubaté já contabilizou cinco casos confirmados de influenza. Destes, quatro pessoas acabaram morrendo por conta da doença. Outras 29 pessoas apresentam suspeitas de gripe e aguardam resultados de exames.

Gestora de projetos e campanhas de saúde do município, Fabíola Almeida informou que a expectativa para o município, é vacinar 90% do público alvo, cerca de 60 mil pessoas.

A imunização contra a gripe é contraindicada para pessoas que tenham alergia grave à proteína do ovo e crianças de seis meses.

Além desta, outra dúvida frequente da população é em relação às reações provocadas pela vacina. “O que pode acontecer é tomar a vacina e ficar com o local dolorido, endurecido, ou ter alguma alergia. Por conta disso, durante a vacinação é feita uma triagem para analisar a carteirinha de cada um”, explicou Fabíola

A campanha de vacinação contra a gripe segue até o dia primeiro de junho, em 21 unidades de taubaté.

Confira abaixo as etapas da vacinação:

A partir de 23/04: idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da área de saúde e indígenas.
A partir de 02/05: crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes e puérperas (mães que deram à luz recentemente)
A partir de 09/05: portadores de comorbidades, professores e detentos.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Educar e Crescer - Educação Infantil e Berçário
Escolas Particulares

Educar e Crescer - Educação Infantil e Berçário

Fazendo o futuro acontecer!

(12) 3631-5...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias