Anuncie sua empresa no Guia de Empresas

Anuncie
GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Supercombo retorna a Taubaté com turnê do novo álbum


Em entrevista ao Guia Taubaté, o baterista André Dea conta um pouco sobre o novo disco e os caminhos traçados pela banda

Supercombo retorna a Taubaté com turnê do novo álbum Banda se apresentou pela última vez em Taubaté na Virada Cultural de 2017 (Foto: Divulgação)
Publicado em 03/10/2019 16h16
por Giovana Bertti (sob supervisão de Mário Pereira)

A banda Supercombo se apresenta no Sesc Taubaté neste sábado (5). O grupo retorna à cidade após dois anos com a turnê do novo álbum: “Adeus, Aurora”.

O grupo formado por Léo Ramos (voz e guitarra), Pedro “Toledo” Ramos (guitarra e voz), Carol Navarro (baixo e voz), Paulo Vaz (teclado) e André Dea (bateria) promete trazer para Taubaté muito alto-astral, bom humor e uma setlist reformulada.

Donos de hits como “Amianto” e “Piloto Automático”, os músicos prometem um show com canções de autoconhecimento e com uma musicalidade diferente dos outros álbuns. O novo disco lançado em abril foi pensando para ser a trilha sonora da história em quadrinhos lançada pelo grupo em dezembro de 2018.

Os interessados em conferir a nova turnê da banda de rock alternativo podem adquirir os convites por meio do site do Sesc ou na unidade, que está localizada na Av. Milton de Alvarenga Peixoto, nº 1.264, no bairro Esplanada Santa Terezinha. Os valores variam entre R$ 9,00 e R$ 30,00.

Em entrevista ao Guia Taubaté, o baterista da banda André Dea contou um pouco sobre a expectativa para o show em Taubaté, o processo do novo álbum e os projetos da banda. Confira a entrevista abaixo.

Expectativa para apresentação em Taubaté

André Dea: “A gente está muito ansioso parta voltar para Taubaté, agora com disco novo que acabamos de lançar em abril, o ‘Adeus, Aurora’. No ano passando já tínhamos lançado uma HQ e as músicas do álbum conversam com a história. É a primeira vez que vamos apresentar para galera de Taubaté essas novas canções. O setlist está todo reformulado e acredito que vai ser uma experiência bem divertida para quem for.”

O que esperar do show

AD: “Vamos continuar tocando as músicas que a galera mais gosta, que são ‘Piloto Automático’, ‘Amianto’. O público também pode esperar nossa energia de sempre, as músicas novas estão conversando super bem (sic) com as antigas. Estamos conseguindo fazer a galera se identificar com o disco novo de uma maneira muito legal. Para a gente tem sido muito bacana observar a recepção ao álbum. A galera pode esperar que o show seja divertido demais.”

Processo do novo disco

AD: “Esse disco tem alguns elementos eletrônicos diferentes, que a gente nunca tinha usado antes. Ele ainda tem uma experimentação maior na parte rítmica, algumas músicas puxando mais para brasilidade. Coisas que a gente explorava menos nos outros álbuns e nesse conseguimos explorar um pouco mais.”

Alinhamento com HQ

AD: “Pensamos em fazer uma obra que conversasse e o disco pode ser uma trilha sonora dos quadrinhos. Mas as duas obras funcionam separadas, não quisemos atrelar de uma maneira indissociável. Se a pessoa só ler o quadrinho vai conseguir entender a história e se ele ouvir o disco vai conseguir captar o que as letras passam, sem necessariamente precisar ler a história em quadrinho. Mas, se conseguir ter a experiência com os dois materiais será uma das formas mais divertidas de curtir o disco novo, como se fosse uma trilha dos quadrinhos.”

Letras de aceitação

AD: “As pessoas se identificam bastante com as mensagens das letras, muita gente chega para nós depois do show e diz que de alguma maneira ajudamos a encarar algum problema ou acreditar mais nela. Isso é uma coisa que a gente leva muito a sério e essa campanha do setembro amarelo pensamos em uma forma de tentar ajudar ainda mais. Queremos passar que o ideal nesses casos é procurar o CVV (Centro de Valorização a Vida), e com essa campanha buscamos indicar ainda mais esse caminho. A gente pode ajudar, mas para ter uma recuperação é preciso buscar essas instituições. O lucro ainda vai ser revertido para CVV, então é uma forma que a gente encontrou de ajudar essa galera ainda mais”.

Em tempo: A banda inseriu no último mês uma camiseta com a temática do “Setembro Amarelo” em sua coleção. Todo o lucro destes produtos será redirecionado ao CVV.

Distanciamento com a política

AD: “Isso não é forçado, a banda tem esse viés [de aceitação, de sentimentos] das letras e a gente acaba criando mais para esse lado. Não quer dizer que no futuro não podemos criar uma letra que fale sobre o cenário político. Cada um dentro da banda tem suas posições e convicções, isso não é uma coisa que a gente evita falar e simplesmente as músicas saem de um jeito e a gente coloca elas para fora desse jeito.”

espaço publicitário do Guia de Empresas
Delta Mais - Projetos, Sondagens e Topografia
Engenharia e Construção

Delta Mais - Projetos, Sondagens e Topografia

Empresa especializada em Consultoria e Projetos Geotécnicos e Estruturais, Topografia e Sondagens. Desenvolvemos...

(12) 3426-9...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias