ESPECIAL CORONA VÍRUS

Acesse
GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Taubaté chega a 17 casos confirmados de Covid-19 e mantém quarentena


Novos casos envolvem três mulheres, que estão cumprindo isolamento social em suas residências

Taubaté chega a 17 casos confirmados de Covid-19 e mantém quarentena Cidade teve mais três casos confirmados nesta sexta-feira (17) (Foto: Agência Brasil/ EBC)
Publicado em 17/04/2020 18h46
por redação/ Guia Taubaté

A cidade de Taubaté chegou a 17 casos confirmados de coronavírus nesta sexta-feira (17), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Taubaté. O município tem um óbito confirmado pela doença até o momento.

Os três novos casos confirmados pela Vigilância Epidemiológica são de mulheres com idades de 25 anos, 32 anos e 41 anos. As pacientes de 25 e 32 anos não apresentam comorbidades ou registro de deslocamentos. A paciente de 41 anos também não apresenta comorbidades, mas esteve em viagem pela Europa.

As três mulheres cumprem isolamento social em suas residências e seguem monitoradas pela Vigilância Epidemiológica.

São 125 casos em análise, dos quais 25 pacientes internados. Outros 179 casos foram descartados.

O município aguarda resultado de exames de 10 óbitos suspeitos de ter coronavírus como causa.

Isolamento
A última quinta-feira (16) contribuiu para uma melhora de Taubaté no desempenho envolvendo o isolamento social. A cidade teve taxa de 50% de isolamento social, superando a média do estado de São Paulo, que ficou em 49%.

De acordo com o Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, a adesão ideal para controlar a disseminação da doença é de 70%. Segundo os especialistas, se essa taxa diminuir, o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não será suficiente para atender a população.

Quarentena
A Prefeitura de Taubaté confirma que vai cumprir a recomendação do Ministério Público e seguir a prorrogação da quarentena até o dia 10 de maio. A medida foi determinada nesta sexta-feira (17) pelo governo de São Paulo.

O MP encaminhou nesta sexta-feira uma recomendação, fixando obrigações para o município enquanto ente federativo.

No caso de descumprimento dos termos da quarentena estabelecida pelo Estado, o prefeito pode responder administrativa, civil e criminalmente, cabendo ainda o ajuizamento de ação civil pública e denúncia criminal pela prática de delito previsto no Código Penal.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Quin Redes de Proteção
Redes de Proteção

Quin Redes de Proteção

Redes de proteção para janelas, sacadas, escadas, piscinas e outros. Produtos confeccionados com Polietileno...

(12) 99156-...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias