GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)

GE demite 175 funcionários da fábrica de Taubaté


Após trabalhadores declararem estado de greve, empresa se reuniu com o Sindicato para formularem acordo

GE demite 175 funcionários da fábrica de Taubaté Acordo prevê estabilidade de quatro meses para os trabalhadores que continuam na fábrica (Foto: industriahoje.com)
Publicado em 15/01/2018 11h58
por Barbara Monteiro (sob supervisão de Mário Pereira)

Na última quinta-feira, dia 11, a General Eletric demitiu 175 funcionários da fábrica de Taubaté. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, no dia seguinte (12), na parte da manhã, foi realizada uma assembleia na empresa, em que os funcionários declararam estado de greve.

No mesmo dia, na parte da tarde, a GE se reuniu com o Sindicato e o Comitê Sindical de Empresa (CSE), para formularem um acordo que garante mais direitos para os demitidos e para os que permanecem na fábrica.

Nesta segunda-feira, dia 15, o Sindicato realizou uma nova assembleia com os funcionários, onde eles aprovaram o acordo.

Os demitidos que possuem até quatro anos de trabalho vão receber o pagamento de um salário. Os que tem entre quatro e oito anos, receberão dois salários. No caso dos demitidos com mais de oito anos na empresa, o recebimento será de três salários.  

Já os trabalhadores que estavam de férias coletivas, e foram demitidos na véspera do retorno ao serviço, terão direito a mais um salário, aviso prévio, além de todos direitos legais, resultando em uma média de três salários nominais por empregado.

Além disso, os demitidos poderão continuar com convênio do plano médico por oito meses, e também com os benefícios do Sindicato.

continue depois da publicidade Publicidade

Para os trabalhadores que continuam na fábrica, o acordo prevê estabilidade de quatro meses, até maio de 2018 para os setores da manufatura, manutenção, qualidade, engenharia industrial, logística, facility e EHS. No caso de demissão após essa data, até dezembro de 2018, os funcionários vão receber os mesmos benefícios que os que foram demitidos agora estarão recebendo.

Investimentos

Ainda segundo o sindicato, o acordo com a GE prevê investimentos para a unidade de Taubaté. Para as áreas de caldeiraria, usinagem e pintura, o investimento será de R$5 milhões. Serão investidos R$ 21 milhões na adequação do maquinário à NR 10 e NR 12. Na subestação, o valor chega a R$ 14 milhões e na plataforma transportation o investimento é de R$ 1,5 milhão.

Posicionamento da empresa
A GE informou por meio de nota que as demissões ocorreram por conta do cenário econômico do país.

Confira o texto na íntegra: “Em meio a um ambiente econômico desafiador, com particular impacto no mercado hidrelétrico, a GE atua para melhorar seu desempenho e garantir sua competitividade no mercado de energia hidrelétrica no Brasil, processo que inclui a otimização da estrutura organizacional regional. A empresa reforça que mantém o diálogo e a transparência com seus funcionários, além de atuar de acordo com as leis e práticas trabalhistas”.

.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Do Vale Água Mineral
Disque Gás, Água e Carvão

Do Vale Água Mineral

A proposta da Do Vale Água Mineral é surpreender nossos clientes sejam eles empresas ou lares, agilidade...

(12) 3632-6...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias