ESPECIAL CORONA VÍRUS

Acesse
GUIA DE EMPRESAS
Busque aqui: (produtos, serviços, etc)
Publicidade

Boato: Novo decreto não traz data sobre comércio em Taubaté


Prefeitura precisou divulgar uma nota de esclarecimento após informação falsa circular pelas redes sociais

Boato: Novo decreto não traz data sobre  comércio em Taubaté Decreto pode ser conferido no site da Prefeitura de Tauabté (Foto: Reprodução)
Publicado em 02/04/2020 12h30
por redação/ Guia Taubaté

O decreto de calamidade pública por conta da pandemia do coronavírus foi divulgado pela Prefeitura de Taubaté no fim da tarde de quarta-feira, 1º de abril. Poucas horas depois, circulava pelas redes sociais e aplicativos de mensagens instantâneas, uma informação que não continha no documento municipal. 

Segundo as postagens, o decreto indicaria uma nova restrição ao comércio do município, com o fechamento dos serviços não essenciais até o dia 23 de abril. 

A informação falsa foi prontamente desmentida pela Prefeitura por meio de uma nota, divulgada nas redes sociais, esclarecendo que não houve alteração nas datas dos decretos já publicados. O decreto pode ser conferido pelo link: https://www.taubate.sp.gov.br/anexos/decretos/2020/14699.pdf

Confira a nota completa:

A Prefeitura de Taubaté esclarece, perante alguns boatos que surgiram nesta noite de quarta-feira (1º), que não houve alteração alguma nas datas dos decretos já publicados.

As restrições ao comércio seguem até o dia 5 de abril e as demais (escolas e academias) também mantém o que já foi divulgado. Qualquer modificação só será realizada após diretrizes dos governos federal e estadual.

O decreto de calamidade pública, publicado ontem, é mais um mecanismo para viabilizar e agilizar a obtenção de recursos junto aos governos estadual e federal, perante a pandemia do coronavírus. Ele não trata nada de datas ou de restrições das atividades na cidade.

espaço publicitário do Guia de Empresas
Depilação Bianca
Depilação

Depilação Bianca

Há mais de 40 anos no Vale servindo Taubaté e região.

(12) 3633-1...

Comentários

Utilize o Facebook para comentar a notícia

Ver todas as noticias